Queda de cabelo – Será que há forma de acabar com a queda excessiva? Atrasar a progressão? Que produtos usar? Ora vejam!

Olá!

Ansiosas? Ansiosos?

Nesta publicação tentei resumir as principais informações acerca da queda excessiva do cabelo. Existem milhares de coisas que vos poderia dizer, mas acredito que seja maçador fazê-lo numa única publicação, por isso, esta publicação servirá como introdução a esta temática.

Infelizmente não sofro deste mal, mas conheço várias pessoas que padecem desta condição e reconheço que seja muito incomodativo, principalmente para quem é muito jovem ainda.

Já estamos habituados a ver homens com os seus 60, 70 anos com calvície. E homens jovens com 20 anos? E mulheres? Desagradável, não é?

Vamos então ao que interessa!

Estamos de acordo que não é normal que uma mulher ou um rapaz jovem tenha queda de cabelo excessiva, certo? Sabem em média quantos fios caem por dia? Cerca de 50 a 100, o que não significa que se estiverem a passar por um momento de stress intenso ou na fase pós parto esse valor  não possa ser superior.

  1. Estar atento a sinais de alerta. Quais são eles? idade precoce; queda de cabelo com padrão atípico; dor ou prurido ou alterações no couro cabeludo; ganho de peso.
  2. Não se automedicar nem usar produtos para lavagem ou aplicar sem consultar um médico. Porquê? Porque, primeiro, devemos avaliar o nosso estado de saúde para averiguar se pode existir alguma alteração que provoque a queda excessiva. De que adianta uma mulher comprar os melhores shampoos ou ampolas se o problema é hormonal? Na realidade, só vai fazer com que a saúde agrave, arrastando com ela a queda de cabelo. O mesmo se aplica a homens e a automedicação. Esqueçam ervanários ou algo do género. Os medicamentos realmente eficazes só se vendem em farmácias. Mas claro que podemos encontrar shampoos ou outros produtos que resolvem os casos menos sérios. Tudo depende da causa, daí ser necessário consultar um médico. Além disso, evita-se gastar dinheiro em produtos que não têm qualquer eficácia.

Tratamento (cientificamente comprovado)

  • Minoxidil em solução tópica (aprovado para homens e mulheres).
  • Finasterida por via oral (aprovado apenas para homens).

Minoxidil –  aplicação direta no couro cabeludo. Aumenta a fase de crescimento de cabelo e estimula o crescimento dos folículos. Porque funciona? porque é um potente vasodilatador, estimulando o fluxo sanguíneo do couro cabeludo.

 Os resultados demoram pelo menos 4 meses e são melhores no ápice do couro cabeludo e menores na região frontal. Quando o tratamento for interrompido, a queda reaparece.

Finasterida – se depois de lerem e forem pesquisar informações acerca deste fármaco vão ver que é usado para a hipertrofia da próstata. Ao longo dos anos e através de estudos chegou-se à conclusão que um dos efeitos laterais é precisamente a redução da queda de cabelo.

Razão? Bloqueia a da enzima 5 alfa-redutase, que impede a transformação da testosterona em dihidrotestosterona (DHT), que é responsável pelos efeitos negativos nos folículos pilosos.

Existem outras substâncias usadas para travar a queda, que irei abordar num outro post.

Dicas (estilo de vida saudável)

  • Alimentação variada para obter todos os nutrientes necessários para um cabelo saudável – Ferro; ómega 3; selénio; vitaminas A, B e C; ácido fólico; zinco.
  • Não lavar o cabelo todos os dias.
  • Não dormir com o cabelo molhado.
  • Tratar a oleosidade excessiva.
  • Evitar stress intenso.
  • Dormir cerca de 8 horas.

Tratamento ideal:

suplemento oral + ampolas ou spray local + shampoo para queda do cabelo / fortificante

Produtos com minoxidil

Outras fórmulas -vitaminas, inibidores da síntese da 5-alfa redutase, vasodilatadores, adenosina, antioxidantes)

 

Nos próximos dias, falarei de soluções caseiras, outras fórmulas e novidades nesta área! Estejam atentos!

beijinhos

 

Anúncios

Review – Vichy Dermablend 3D CORRECTION – Antes e depois

Olá, meninas!

VP18596_rec_main.jpgO produto que vos quero dar a conhecer é a base corretora da Vichy:  Dermablend 3D Correction.É uma base corretora especialmente para pele oleosa com tendência acneica e com pele com relevo irregular.

Segundo a marca

“Tecnologia [3d correction] instantaneamente: cobre e uniformiza a tez, enquanto suaviza o relevo da pele. Dia após dia: reduz visivelmente as imperfeições. Alta cobertura – efeito de pele nua – sem efeito máscara – resultado natural – fps – longa duração – confortável.”

 

Eficácia

Fórmula enriquecida com ácido salicílico e eperulina, reduz visivelmente as imperfeições. Ácido salicílico = ação queriolítica, melhoria sobre a qualidade da pele. Eperulina = agente apaziguante. Adequado para pele sensível.  Hipoalergénico. Sem parabenos. Não-comedogénico.

 

Resultados

A tez fica uniforme, suave e com um toque aveludado durante 16h.

 

A minha opinião:

É uma máscara de alta cobertura, no entanto, e tal como promete, não cria efeito máscara nem dá uma aparência pesada e artificial. O resultado é bastante natural. É verdade também que alisa a tez de uma forma quase perfeita, dependendo da gravidade das imperfeições, claro! Obviamente que não disfarça uma acne cística, mas para uma acne vulgar é fantástica. Arrisco até a dizer que é das bases com melhor cobertura no mercado. A pele mantem-se com aspeto mate durante algumas horas. A minha pele é bastante oleosa e, por isso, jamais permanece as 16 h com “tez uniforme, suave e com um toque aveludado”, mas acredito que uma pele apenas ligeiramente oleosa consiga este resultado.

Se eu aconselho? Aconselho vivamente! Ora vejam!

antes

Pele desidratada – rotina + produtos

Olá, meninas!

Tal como vos prometi, hoje irei falar dos cuidados a ter com uma pele desidratada.

Então ainda se lembram das características de uma pele desidratada? Eu relembro-vos.

Uma pele desidratada é uma pele que precisa de água e, como sabem, a água é o principal elemento constitutivo da pele, daí ser tão importante bebermos cerca de 1 a 2 litros de água por dia.

Quando existe uma alteração na função barreira da pele, que pode ser de origem externa (devido a fatores ambientais, etc.) ou devido a uma alteração endógena (alterações hormonais, como hipotireoidismo e menopausa), a pele pode torna-se desidratada, ou seja, com carência de água. Tal pode acontecer quer em peles secas, quer em peles oleosas. A pele fica baça, sem luminosidade, pode dar a sensação de repuxamento, descamação e ficar com linhas de desidratação.

Então que cuidados devemos ter?

A pele desidratada deve ser lavada com pouca frequência e devem ser utilizados, preferencialmente, sabonetes e loções de limpeza suaves. Quando refiro que a pele deve ser lavada com pouco frequência não estou a dizer que devem tomar banho uma vez por semana, ATENÇÃO! Quero dizer que dois banhos por dia são perfeitamente aceitáveis, mas mais que isso é um erro! Tomar banho todos os dias, SEMPRE!

De qualquer das formas, nesta publicação, apenas referir-me-ei aos cuidados do rosto, que deve ser lavado de manha e à noite. Deve ser evitada água quente e para secar usar toalha macias.

Um outro cuidado em qualquer tipo de pele é o uso de tolhas sempre limpas e de uso exclusivo para o rosto. Nada de limpar o rosto com a mesma toalha com que se limpam as mãos e de preferência trocar de toalha dia sim, dia não. Isto aplica-se principalmente a peles oleosas com tendência acneica! Em relação às tolhas e porque já sei que devem estar a pensar que vão ter de fazer um grande investimento na compra de toalhas e em lavagens, o que vos quero aconselhar é a comprar toalhas pequenas e suaves. Há várias lojas que vendem tolhas económicas e macias, como a PRIMARK (3 toalhas por 3 euros). Não precisam de gastar rios de dinheiro, mas vão ver que se tiverem estes cuidados básicos, a vossa pele seja de que tipo for, vai melhorar muito!

A base de qualquer ação é o uso de um hidratante diário e o composto ativo mais importante é o ácido hialurónico, que é uma substância presente naturalmente na pele normal e que possui grande capacidade de reter água.

Podem procurar outros ativos também, como ativos lipídicos: ureia, manteiga de karité ou os à base de ómegas 3 e 6, pois são capazes de penetrar na pele para recompor a barreira natural de proteção, além de formarem um filme na superfície cutânea, que impede a saída de água e protege das agressões externas.

Em resumo, procurem produtos com: o ácido hialurónico, ureia,  vitamina B5 (pantenol), glicerina e vitamina B3 (niacinamida).

Manhã (por esta ordem):

Limpar a pele –  antes de mais, água não chega! Antes de ir dormir, usam cremes (se não usam, deviam!) e com água não dá para retirar completamente os resíduos. Evitem produtos que façam espuma, pois são mais agressivos e tudo o que queremos é manter a pele íntegra, sem agredi-la mais ainda. Além disso, contêm surfatantes que alcalinizam a pele e a torna mais propensa a ganhar bactérias. Uma pele desidratada já é uma pele bastante agredida e sensível.

sérum – procurem um que seja bastante hidratante. Caso tenham outro problema na pele, como rugas podem ser sempre usar dois tipos de séruns, sendo que a ordem de aplicação é do menos denso/oleoso para o mais denso/oleoso, de forma a que tudo seja absorvido.

creme de olhos – não descurem deste cuidado, principalmente se já têm mais de 25 anos. A região à volta dos olhos tem de ser bastante hidratada, quer tenham pele desidratada ou não. Mais vale prevenir do que remediar.

creme de dia – creme especifico para o tipo de pele.

Protetor solar de rosto – com fator de proteção no mínimo 30. Sei que existem cremes de dia ou bases que já têm fator de proteção, mas toda a proteção é importante e, por isso, mesmo assim, não saltem este passo.

Maquilhagem

Noite:

Desmaquilhar  e limpar a pele – se usarem maquilhagem à prova de água devem ter produtos adequados para a remover, claro! O ideal é fazer dois tipos de limpeza: uma para remover bem a maquilhagem e outra para limpar a pele em profundidade sem agredir. Meninas, não tenham preguiça! É muito importante lavar a pele antes de ir dormir e tirar toda a maquilhagem e resíduos acumulados ao longo do dia. Primeiro então desmaquilhar com óleos ou cremes próprios e de seguida lavar com um creme lavante que agride menos a pele.

Sérum – as recomendações voltam a ser as mesmas que em cima.

creme de olhos – as mesmas regras que se aplicam de manhã.

creme de noite – apropriado ao tipo de pele. À noite já se podem usar cremes mais fortes (como despigmentantes).

Óleo – É mais apropriado usá-los à noite pela consistência e a aparência brilhante e gordurosa que dão à pele, criando uma barreira para evitar a evaporação de água.

Extras: máscaras hidratantes – é a parte que eu mais gosto. Sinto a pele mesmo hidratada! Pode ser feito duas vezes por semana.

Exemplos:

Limpar e desmaquilhar

limpar

Sérum

seruns.png

Cremes hidratantes

cremes hidratantes.png

Creme de olhos

creme olhos

óleosoleo.png

Máscaras

mascaras.png